• Postado: 18 December 2019
  • Categoria: Notícias

Após insistência, secretário de Educação recebe SINTEP-PB

Uma representação de diretores do SINTEP-PB se dirigiu, nesta quarta-feira (18/12), à Secretaria de Educação do Estado para cobrar do secretário Cláudio Furtado respostas às reivindicações apresentadas pela entidade em audiência no dia 11 de novembro. Na ocasião, o secretário se comprometeu a receber novamente o sindicato no dia 02 de dezembro. Este novo encontro, no entanto, foi cancelado unilateralmente pela Secretaria.

O coordenador-geral do SINTEP-PB, Antonio Arruda, iniciou a reunião reafirmando que João Azevedo já entrou para a História como o único governador a não receber o sindicato durante um ano inteiro, apesar de vários pedidos de audiência desde o dia 02 de janeiro e das tentativas de mediação com secretários de Governo e parlamentares.

“A situação na Educação é gritante! Todos os dias, escutamos dos colegas a pergunta ‘o que vai ser de mim no ano que vem?’. É desumano! Reiteramos o pedido de que os professores efetivos que possuem dois vínculos sejam mantidos nos seus municípios atuais, e mesmo nas escolas integrais, com a jornada de 30 horas”, apontou Arruda.

Complementando, o professor Edvaldo Faustino citou novamente casos urgentes como os dos professores das cidades de Barra de Santa Rosa, Remígio, Catolé do Rocha, Pombal, entre outras, que seriam obrigados a se deslocar por cerca de 100 km diariamente para dar aulas em outros municípios.

O secretário, então, firmou compromisso para dar uma solução a estes casos e sugeriu a data do dia 27 de dezembro, às 10h00, para dar um retorno final sobre este ponto das reivindicações.

Sobre o PCCR, permanece a justificativa, por parte do secretário, de que a Secretaria de Administração ainda não finalizou o estudo de impacto orçamentário na folha de pagamento para enviar à Assembleia Legislativa a proposta de revisão do Plano.

ASCOM SINTEP